Governo aposta que recriação de ministérios terá efeito positivo na votação da Previdência



De forma pragmática, articuladores políticos do governo apostam que a recriação dos ministérios das Cidades e da Integração Nacional terá um efeito positivo para aprovação da reforma da Previdência. Isso porque atenderá a demanda de parlamentares de vários partidos por uma divisão de espaços no governo.

Como o blog antecipou, o movimento original de recriação de pastas teve como objetivo afagar parlamentares de partidos como o MDB, DEM e do “Centrão” em troca de manter o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Mesmo com esse gesto do governo, há parlamentares dessas legendas que resistem à mudança do Coaf. A maior resistência é de deputados e senadores que estão na mira de investigações do Ministério Público Federal. Isso porque as ações do Coaf ganharam reforço nestes últimos meses com o deslocamento para a pasta comandada pelo ministro Sérgio Moro.

“De fato, há resistência de alguns setores do Congresso Nacional com a mudança do Coaf para a Justiça. Mas a recriação de dois ministérios vai ajudar muito na relação com os parlamentares que se sentem excluídos do governo”, disse ao blog um integrante da articulação política.
Fonte: G1, em 08/05/2019
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia