Para Paim, governo faz terrorismo ao ameaçar corte de salários de servidores



O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, senador Paulo Paim (PT-RS), classificou como “terrorismo” a ameaça do governo de cortar salários de servidores federais caso a reforma da Previdência não seja aprovada. 

Os participantes da audiência pública que debateu o impacto da reforma no serviço público criticaram vários pontos da PEC 6/2019, entre eles, as alíquotas progressivas. A reportagem é de Marcela Diniz, da Rádio Senado.

Ouça aqui a reportagem.
Fonte: Agência Senado, em 26/03/2019
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia