Congresso anuncia fim da tramitação de MP que pretendia adiar reajuste de servidores



O presidente Jair Bolsonaro foi notificado ontem, pelo Congresso Nacional, do fim da validade da Medida Provisória (MP) 849, editada pelo ex-presidente Michel Temer, de agosto de 2018, que previa o adiamento da parcela de reajuste programada para janeiro deste ano para janeiro de 2020. O Congresso informou que a MP tramitou no Legislativo sem ter sido aprovada.

A discussão não aconteceu pois a medida foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou a proposta de Temer inconstitucional. Os reajustes pagos aos servidores foram aprovados e sancionados entre 2016 e 2017. Diante do aperto fiscal, o governo federal sugeriu o adiamento, mas o STF considerou que as sanções já constituíam direito adquirido.
Fonte: Jornal Extra, em 15/02/2019
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia