Pressão internacional fez Bolsonaro recuar de fusão da Agricultura e Meio Ambiente



O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), vai recuar sobre a fusão dos ministérios da Agricultura com Meio Ambiente. Recebeu reports internacionais de que as ONGs WWF, Greenpeace e governos de países nórdicos, além da Alemanha - que banca programa bilionário na Amazônia -, preparam forte contra-ofensiva. Ele não quer desgaste - para não citar crise internacional - logo ao entrar no gabinete.


Lista agro

Bolsonaro analisa extensa lista de nomes para o comando da Agricultura. Um deles é o do presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Luiz Antonio Nabhan Garcia.


Mas...

A rivalidade é polarizada entre os deputados Jerônimo Goergen (PP-RS) e Tereza Cristina (DEM-MS). Um dos dois terá o cargo, com o desafio de ampliar o agronegócio sem desmatamentos. A conferir.


Desafio

O desafio político atual de Bolsonaro é evitar um racha na maior e mais poderosa bancada em seu governo. Perder um dos lados é alto risco para a governabilidade.
Fonte: O dia, em 03/11/2018
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia