Saiba como consultar cotas do PIS/Pasep pela Caixa e BB



Trabalhadores e servidores de todas as idades com direito a cotas do PIS/Pasep poderão sacar os recursos na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil, respectivamente. Com a aprovação da MP 813 pelo Congresso, que ampliou os critérios de retirada dos recursos, o governo estima que 28,7 milhões de pessoas sejam beneficiadas pelas mudanças. A Caixa libera a partir da próxima segunda-feira a consulta no site (www.caixa.gov.br/cotaspis) para o pessoal da iniciativa privada verificar se tem direito. No BB, será feita pelo www.bb.com.br/pasep, mas não há definição a partir de quando. O banco permite consultas em terminais de autoatendimento.

Conforme o Ministério do Planejamento, cronograma sairá nos próximos dias com detalhes de dos saques. Mas, quem tiver conta na Caixa e no BB terá o depósito automático. Os demais cotistas poderão retirar o dinheiro nas agências dos bancos.

Os saques para cotistas de todas as idades estará liberado até 29 de junho, assim como para os demais trabalhadores que não foram buscar o dinheiro. A MP permite ao governo reabrir o prazo para saques até 28 de setembro.

A MP aprovada, que ainda vai à sanção presidencial, determina que os cotistas precisam ter trabalhado entre 1971 e 1988. Ontem, o Ministério do Planejamento informou que as estimativas de recursos que podem ser injetados na economia com saques das contas foram atualizadas para R$ 39,5 bilhões". Deste total, segundo a pasta, R$ 4,9 bilhões foram resgatados e R$ 34,6 bilhões estão disponíveis no BB e na Caixa. O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, divulgou que cerca de 3,4 milhões já retiram o dinheiro.

"Pelo menos, 25,3 milhões ainda têm potencial para obter o dinheiro. São milhões de brasileiros com direito a um dinheiro que até hoje não tinham acesso", frisou o ministro, acrescentando que herdeiros têm o direito de sacar.

A MP alterou as regras para resgate das cotas. Desde a criação do PIS/Pasep, em 1971, o saque total só era liberado aos 70 anos de idade, para quem se aposentava ou comprovava doença grave ou invalidez. Em 2017, o governo baixou o limite de idade, sem mexer nas outras regras, primeiro para 65 anos e depois para 60 anos. Com a a MP 813, cotistas de todas as idades podem sacar.
Fonte: O Dia, em 30/05/2018
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia