Servidor banca reajuste da parcela de plano de saúde que cabe à União



Os servidores públicos federais do Poder Executivo se surpreenderam com o peso do reajuste anual do plano de saúde no contracheque de fevereiro, pago neste mês.

A Geap havia informado que o aumento do convênio seria de 19,94% — bem superior à inflação oficial do governo medida pelo IPCA, que ficou em 2,95% —, mas, na verdade, o impacto no bolso dos servidores foi de 27,09%.

Isso porque não houve reajuste na contribuição paga pelo governo federal. Assim, os servidores estão pagando o reajuste sobre a sua parcela e também sobre a contribuição per capita do órgão ao qual estão vinculados.

Desde janeiro de 2016, o valor da participação da União no custeio da assistência à saúde do funcionalismo não é reajustado. As contribuições feitas pela União vão de R$ 101,56 e R$ 205,63 por mês, variando de acordo com a faixa etária e a renda dos servidores e seus beneficiários.
Fonte: Correio Braziliense, em 05/03/2018
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia