Relator compara críticas à reforma da Previdência ao nazismo


O relator da proposta que trata da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA), comparou nesta quinta-feira (16) as críticas que vêm sendo feitas ao projeto do governo Michel Temer ao regime nazista. Para ele, as redes sociais estão difundindo “inverdades”.

O texto, que tem sido alvo de críticas de diferentes setores da oposição, também vem sendo criticado nas redes sociais. O governo, por outro lado, tem dito que a proposta é considerada fundamental para garantir que a Previdência Social não quebre no futuro.


“As inverdades repetidas de maneira maciça, isso é uma prática do nazismo. A mentira repetida, repetida e repetida se transforma em verdade. E é o que está acontecendo nas redes sociais”, afirmou Arthur Maia.

O conceito de repetição de uma mentira para que ela se torne verdade é atribuída a Joseph Goebbels, que foi o ministro da propaganda na Alemanha responsável pela comunicação do regime nazista de Adolf Hitler.

Na avaliação do deputado, o governo Temer está perdendo a “guerra da comunicação” em torno do projeto de reforma da Previdência.

“É verdade que o governo tem perdido a guerra da comunicação. A guerra da comunicação, nós temos perdido, reconheço. Mas isso não quer dizer que o governo não esteja com a razão”, afirmou Maia.

Fonte: Portal G1, em 16/03/2017
Compartilhe

Todas as notícias e artigos publicados são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo a opinião do Portal do Servidor Federal.


Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.
Notícia anterior
Próxima notícia