Deputado defende fim de privilégios antes da Reforma da Previdência



O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) voltou a se posicionar contrário à Reforma da Previdência e defendeu uma reforma do Estado para o corte de gastos desnecessários e privilégios. O político afirma que se trata de uma prioridade "óbvia" em relação a outros cortes.

"As necessidades das autoridades estão sempre em primeiro lugar no Brasil. Existe um aparelhamento estatal muito robusto com orçamento que o país não suporta pagar. Antes de tratar da reforma da previdência, que ampara quem menos tem, é preciso tratar da reforma dos privilégios. Se for mexer na da previdência ao mesmo tempo, que seja na camada de cima", afirmou o deputado, que completou.

"Pra mim isso é de uma obviedade enorme. Muita gente me pede para parar de falar nisso, mas não dá pra parar de falar o óbvio. Fico muito constrangido com a Câmara dos Deputados custar mais de R$ 5 bilhões. Isso sim me constrange", disse.

Fonte: O dia, em 06/01/2018
Compartilhe
Notícia anterior
Próxima notícia