Servidores federais planejam luta frente ao ajuste fiscal; greve geral é uma das opções


O anúncio das medidas que visam ao ajuste fiscal do governo federal não caiu bem entre os servidores federais. Hoje, uma reunião entre os líderes do Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) vai decidir sobre as ações tomadas contra o adiamento do pagamento de reajustes previstos para os próximos dois anos, além do aumento da contribuição do funcionalismo para a Previdência, de 11% para 14%.

Segundo o presidente do Fonacate, Rudinei Marques, o serviço público tem três linhas de atuação: “Nós vamos lutar via parte política, conversando com deputados e mostrando o absurdo dessas ações. Pela linha jurídica, vamos questioná-las via Judiciário. Haverá ainda a movimentação nas ruas. Existe a possibilidade de greve geral”, disse Marques.

Fonte: Jornal Extra, em 01/11/2017

Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião do Portal do Servidor Federal.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.

Outras notícias em destaque: