Esplanada: servidores federais falam em 'greve geral' contra ajuste do Governo



O serviço público que já anda devagar, com a burocracia, pode parar. Servidores federais falam em Brasília em “greve geral” contra o ajuste fiscal do Governo que prevê o adiamento do pagamento de reajustes e aumento da contribuição do funcionalismo para a Previdência de 11% para 14%.

O reajuste foi tema bastante debatido em reuniões com ministérios – inclusive no Planejamento. “Vamos questioná-las via Judiciário. Haverá a movimentação nas ruas e existe possibilidade de greve geral”, adianta o presidente do Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado, Rudinei Marques.

Fonte: O dia, em 04/11/2017
Compartilhe


Notícia anterior
Próxima notícia