>>
Notícias Artigos Apostilas para concursos Cursos de capacitação Advogado online Forum Contato

24 janeiro 2017

O Postalis, fundo de pensão dos empregados dos Correios, iniciará um equacionamento para cobrir o rombo de R$ 1,5 bilhão registrado em 2015. Com isso, os participantes da entidade fechada de previdência complementar farão contribuições extraordinárias de 2,73% sobre o valor do Benefício Proporcional Saldado dos ativos e sobre o benefício de aposentados e pensionistas.

Os descontos cobrirão metade do rombo e R$ 750 milhões restantes serão pagos pelos Correios. Atualmente, a fundação cobra contribuições extraordinárias de 17,92% para cobrir metade do déficit atuarial de R$ 4 bilhões registrado em 2013 e 2014.


A entidade fechada de previdência complementar ainda estimou que os impactos do Plano de Desligamento Incentivo (PDI). Pelas contas do Postalis, o público alvo do PDI chega a 17.682 empregados, com estimativa de adesão de 8 mil trabalhadores. Desse total, 6.796 são participantes do plano de benefício definido.

Com isso, o aumento das provisões matemáticas chegaria a R$ 190,9 milhões, elevando o deficit do plano no mesmo valor. A entidade fechada de previdência complementar teria um aumento de gastos de R$ 10,5 milhões.

Fonte: Correio Braziliense, em 24/01/2017
Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Siga o Portal nas redes sociais

Cursos de capacitação online