Especialistas debatem meritocracia e profissionalização do serviço público

Debater mecanismos e oportunidades de promoção e desenvolvimento de servidores na carreira e meritocracia no serviço público. Este foi o assunto abordado no “Seminário Internacional: os desafios da profissionalização do serviço público” realizado na Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

O encontro buscou refletir sobre experiências internacionais para seleção dos titulares de cargos de direção superior na administração pública e os desafios para a profissionalização e modernização do serviço público no Brasil.

A secretária-adjunta de Gestão do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), Aline Soares, destacou ações desenvolvidas pela Pasta como a publicação da Lei nº 13.346/2016, que converte 10.462 cargos de Direção e Assessoramento Superior (DAS) em Funções Comissionadas do Poder Executivo Federal (FCPE), exclusivas de servidores concursados.

Adicionalmente, os ocupantes dessas funções terão que ser capacitados para desenvolver competências alinhadas ao perfil da atividade a ser desempenhada. Com isso, será ampliada a capacidade técnica do Estado. A iniciativa também colabora para o aperfeiçoamento do serviço público entregue aos cidadãos.


ENAP

O presidente da Enap, Francisco Gaetani, disse que o seminário é consequência da proposta do Ministério do Planejamento de debater a profissionalização da Administração Pública, em especial a questão do mérito.

“Grande parte da agenda da Escola vem dando continuidade ao esforço do Ministério em aprofundar essa discussão. Talvez o caminho para a solução passe por novas experiências, visões inovadoras, tentativas diferentes de soluções que se agreguem ao nosso esforço de governo”, concluiu.

Os debates envolveram palestrantes de Portugal, Chile, Uruguai e Brasil. Foram realizadas as mesas “Meritocracia no serviço público: um panorama global”; “A experiência internacional da profissionalização: uma perspectiva comparada” e “Os Desafios da modernização do serviço público no Brasil contemporâneo”.
Fonte: Ministério do Planejamento, em 14/12/2016

Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião do Portal do Servidor Federal.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Clique aqui e faça cursos de capacitação 100% online com certificado, a partir de R$ 20,00.

Baixe gratuitamente nosso aplicativo, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.

Outras notícias em destaque: