Receita teme sofrer aparelhamento político


Compartilhe esta publicação:

A tentativa do Congresso de emparedar o Ministério Público e juízes, denunciada por investigadores da Lava Jato, também atinge a Receita Federal. Responsável por encontrar o caminho do dinheiro, a área de inteligência do órgão foi quem descobriu, por exemplo, pagamento de empreiteiras à consultoria de José Dirceu.

Auditores dizem que um projeto põe em risco a autonomia do órgão ao garantir a analistas as mesmas prerrogativas dadas a eles. Para eles, isso cria o risco de abrir a Receita para indicações políticas e enfraquecer investigações.


O Projeto de Lei 5864/2016 já foi aprovado por uma comissão especial da Câmara, mas a votação ainda não está concluída. O texto original é do governo, porém foi alterado pelos deputados que apresentaram 347 emendas.

Em protesto, 57 delegados da Receita Federal já entregaram o cargo. O secretário da Receita, Jorge Rachid, procurou líderes partidários para demonstrar preocupação com o novo texto.
Fonte: Jornal O Estado de São Paulo, em 13/11/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.