Humberto Costa anuncia que vai questionar constitucionalidade da PEC 55


Compartilhe esta publicação:

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE) garantiu que vai ajuizar ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) caso seja aprovada e promulgada a proposta de emenda à Constituição que limita por 20 anos os gastos públicos (PEC 55/2016).

Em sua opinião, por impor limites de gastos em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança pública, a PEC contraria direitos previstos na Constituição, fato que vai fundamentar a ação.

Humberto Costa disse que, longe de solucionar os problemas econômicos que o país enfrenta, a PEC é uma tragédia social que vai trazer prejuízos aos trabalhadores e nada mais é do que a conta do empresariado pelo apoio dado ao impeachment de Dilma Rousseff.

— E paga por você, cidadã, por você, cidadão, que vai vivenciar um estrangulamento dos serviços públicos e de infraestrutura essenciais pelas próximas décadas — afirmou.


O senador lamentou ainda que Michel Temer tente passar uma sensação de normalidade que não existe, em um contexto de crise política evidenciada pela sexta demissão de ministro em seis meses.

Humberto Costa também se solidarizou com os familiares das pessoas que estavam a bordo do avião que caiu na Colômbia, em voo que levava jogadores da Chapecoense, jornalistas e convidados para Medellín, onde a equipe brasileira disputaria a final da Copa Sul-Americana contra o time Atlético Nacional.

Everton Kempes e Cléber Santana são dois pernambucanos que atuavam na equipe catarinense, disse Humberto Costa.

O senador lembrou ainda que, há três anos, morreu, vítima de câncer, Marcelo Déda, ex-governador de Sergipe. Segundo o senador, Marcelo Déda foi um guerreiro, lutador e expoente em ascensão do PT.
Fonte: Agência Senado, em 29/11/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.