Preso pela PF por fraudes foi nomeado pelo PT para fundo de pensão dos servidores


Compartilhe esta publicação:

A gula pelo patrimônio dos fundos de pensão durante os governos do PT não tinha fim. Tão logo a então presidente da República, Dilma Rousseff, criou o Funpresp, fundo de pensão responsável pela aposentadoria complementar os servidores, o partido nomeou o economista Humberto Pires Grault Vianna de Lima para a estratégica diretoria de investimentos, responsável por aplicar o dinheiro poupado pelo funcionalismo.

O Funpresp foi criado, em 2013, dentro da mudança da regra de aposentadoria dos servidores. Quem entrou no serviço público a partir daquele ano teve aposentadoria bancada pelo governo limitada ao teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Aqueles que querem receber o salário integral devem contribuir mensalmente para o Funpresp.

Fonte: Correio Braziliense, em 06/09/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.