Tesouro em estado de greve


Sem alarde, funcionários do Tesouro Nacional estão se movimentando para cruzar os braços por tempo indeterminado. Desde terça-feira, vêm parando as atividades duas horas por dia. Eles querem equiparação salarial com auditores da Receita Federal.

A diferença entre os rendimentos dos dois órgãos não é tão grande assim, mas a equiparação, segundo técnicos do Tesouro, estava prevista no mais recente acordo para reajuste salarial assinado com o Ministério do Planejamento.

No Tesouro, a acusação é de que o ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, estaria embarreirando a equiparação.
Fonte: Correio Braziliense, em 04/08/2016
Compartilhe
Notícia anterior
Próxima notícia