Fenapef quer indenização para policiais federais que atuam nas fronteiras


Compartilhe esta publicação:

Apesar da crise que vive o Brasil, a Federação Nacional dos Policiais Federais está defendendo a regulamentação de uma lei que amplia o salário de quem atua em regiões de fronteira.

Segundo o presidente entidade, Luís Boudens, devido à falta de incentivos para quem atua em tais áreas, há hoje uma alta rotatividade de policiais nestes postos.

Boudens diz que a troca constante compromete o controle nesses pontos sensíveis e o combate aos crimes transnacionais.

“Se o órgão troca de período em período a equipe que conduz uma investigação e detém todo seu histórico por policiais novos, muitos ainda sem experiência, todo o trabalho de inteligência, levantamento de dados e acompanhamento ficará prejudicado”, diz.

Com a volta dos trabalhos do Congresso, os policiais vão tentar sensibilizar deputados para que pressionem o governo e regulamentem o adicional para quem atua nas fronteiras.

Fonte: Revista Veja, em 08/08/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.