Reajustes a auditores e analistas da Receita custarão R$ 11,2 bilhões entre 2016 e 2019


Compartilhe esta publicação:

O projeto que prevê reajustes dos servidores da Receita Federal (auditores, analistas e aposentados) custará, entre 2016 e 2019, R$ 11,2 bilhões aos cofres públicos segundo o projeto de lei encaminhado na última sexta-feira pelo Ministério do Planejamento ao Congresso. Essa conta inclui os R$ 6,5 bilhões que serão pagos em forma de bônus de eficiência.

Neste ano, somente a fatura com o reajuste de 21,3% dividido em quatro anos será de R$ 290,8 milhões. Em 2017, alcançará R$ 890,8 milhões. Em 2018, vai a R$ 1,490 bilhão. E, em 2019, atingirá R$ 2,090 bilhões. No total, o aumento custará R$ 4,763 bilhões, conta que, com o bônus de eficiência, chegará a R$ 11,263 bilhões.

O governo garante que esse custo é compatível com a importância da categoria, que vinha fazendo uma série de paralisações e prejudicando o atendimento ao público e a arrecadação.

Fonte: Correio Braziliense, em 26/07/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.