Gleisi Hoffmann critica Temer por aprovação de reajuste dos servidores


Compartilhe esta publicação:

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) criticou o presidente interino Michel Temer por ter, segundo avaliação dela, desrespeitado a Lei de Responsabilidade Fiscal e o Orçamento Geral da União.

Ela se referiu ao anúncio do aumento do déficit público, que passou de R$ 96,8 bilhões para R$ 170 bilhões e ao reajuste geral do funcionalismo público, recentemente aprovado na Câmara dos Deputados.

A senadora lembrou que num primeiro momento esse aumento chegará a um impacto de R$ 58 bilhões nos gastos com pessoal, mas acrescentou que pode chegar a R$ 100 bilhões. Gleisi Hoffmann lembrou ainda que a presidente Dilma Rousseff, quando vetou o reajuste do Poder Judiciário, foi duramente criticada.

— O que fez o presidente interino Michel Temer? Liberou geral. Mandou para cá reajustes para todos os setores do funcionalismo, principalmente para a elite dos servidores públicos e isso vai ter um impacto perverso nas contas públicas porque um dos aumentos que ele concedeu foi exatamente no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal. Os subsídios dos ministros do Supremo passarão agora de R$ 33 mil para R$ 39 mil por mês.

Fonte: Agência Senado, em 06/06/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.