Analista político enumera várias razões para governo honrar reajuste dos servidores


Compartilhe esta publicação:

O analista político Antônio Augusto de Queiroz fez uma análise do cenário político e econômico atual que constata ser mais favorável para o governo interino Michel Temer cumprir os acordos salarias negociados com os servidores públicos, do que recuar no cumprimento dessas negociações.

Segundo ele, o recuo implicaria em uma “briga feia” com os servidores, responsáveis pelo funcionamento da máquina pública e pela formulação e implementação das políticas públicas.

Antônio Augusto enumera várias razões para o êxito das negociações, a exemplo da mudança na meta fiscal, que proporciona o reajuste, os percentuais negociados que são vantajosos para o governo, uma vez que ficaram abaixo da inflação do período, e a dotação expressamente prevista na lei orçamentária de 2016 para as carreiras cujos projetos ainda não foram enviados ao Congresso Nacional, como no caso dos Auditores-Fiscais do Trabalho e várias outras categorias.

Em encontro com a vice-presidente do Sinait, Rosa Maria Campos Jorge, nesta quarta-feira (8), o secretário-executivo do Ministério do Trabalho, Janio Carlos Endo Macedo, que ocupa interinamente o cargo de ministro do Trabalho, também declarou que dentro do governo tudo se encaminha para o cumprimento dos acordos.

Ele disse que em todas as conversas que tem participado dentro da equipe do governo, a informação é que os acordos serão cumpridos. Segundo ele, a demora decorre da falta de pessoas nomeadas em locais estratégicos, uma vez que o governo ainda está montando suas equipes para ocupar os cargos importantes e dar encaminhamento a essas questões.

No entanto, Rosa Jorge alerta os Auditores-Fiscais do Trabalho para premanecerem atentos. “O Sinait entende que a categoria deve permanecer unida e mobilizada para garantir o cumprimento dos acordos”.

Confira aqui a íntegra do artigo do analista político Antônio Augusto de Queiroz.

Fonte: Sinait, em 09/06/2016

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.