Em SP, 15% dos manifestantes em ato pró-Dilma eram funcionários públicos


Compartilhe esta publicação:

Cerca de 15% das 95 mil pessoas que foram à manifestação pró-Lula e Dilma na sexta (18) , na avenida Paulista, disseram ser funcionários públicos.

O percentual é cinco vezes maior que o declarado no município de São Paulo -só 3% dos moradores afirmam ter essa ocupação.

Os dados são de pesquisa Datafolha feita durante a manifestação de sexta. Entre 16h e 20h30, foram ouvidas 1.963 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos. Os dados da cidade são de levantamento realizado em 28 e 29 de outubro de 2015.

Dos manifestantes presentes no ato da sexta, 6% afirmaram ser empresários, de acordo com o instituto.


Funcionário público

Na manifestação a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), que levou 500 mil pessoas à mesma avenida Paulista no domingo (13) , 12% declararam ser empresários e 5%, funcionários públicos.

Assim como no protesto contra Dilma no domingo passado, os manifestantes que foram às ruas da capital nesta sexta têm renda e escolaridade superior à média da população de São Paulo.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1751990-em-sp-15-dos-manifestantes-em-ato-pro-dilma-eram-funcionarios-publicos.shtml

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.