>>
Notícias Artigos Apostilas para concursos Cursos de capacitação Advogado online Forum Contato

22 março 2016

Já com as movimentações em torno da reunião da Comissão Especial do Impeachment na Câmara dos Deputados, os coordenadores da Fenajufe Adilson Rodrigues e Eugênia Lacerda, acompanhados pelo coordenador do Sintrajud, Antônio Melquiades, conseguiram conversar no início da noite desta segunda-feira, 21, com o presidente da Casa, Eduardo Cunha (RJ). Os coordenadores questionaram o presidente sobre a possibilidade de inclusão do PL 2648 na pauta do Colégio de Líderes. Enfático, Cunha disse que se o líder do governo pedir pra pautar o projeto, ele ajudará e fará a parte que lhe cabe.

Mais cedo os coordenadores estiveram com o deputado Rogério Rosso (DF), líder do PSD, pouco após o término da reunião do Colégio de Líderes. A expectativa era pela abertura de uma janela que permitisse o debate sobre a apreciação do PL 2648/2015. Mas prevaleceu o clima tenso no início dos trabalhos da primeira semana de discussão do impeachment na Casa. Segundo o deputado, que preside a Comissão de Impeachment, neste momento a agenda determinada pelos líderes vai se pautar apenas pelas reuniões da comissão especial encarregada de analisar, na Câmara, o pedido de impedimento da presidente Dilma Rousseff.

Rosso confirmou que conversou hoje com o Diretor Geral do STF, Amarildo Vieira, sobre o projeto de reajuste dos servidores, mas por conta da prioridade em torno da pauta do Impeachment, considerou pouco provável a discussão do 2648 ou de qualquer outro projeto nesta semana.

Os dirigentes estiveram ainda com vários outros líderes partidários que se preparavam para a reunião na presidência da Câmara. Na análise dos congressistas, por agora não há espaço para apreciação de projetos de reajuste ou de qualquer outra pauta.

Quem também acompanhou a movimentação na Câmara dos Deputados nesse início de semana foi o Juiz Auxiliar da presidência do STF, Paulo Schmidt. Em conversa com os dirigentes ele voltou a afirmar que o STF continua na busca da discussão do 2648 pelos líderes, tão logo haja uma oportunidade.

Para o coordenador Adilson Rodrigues, é chegado momento de ações mais efetivas por parte do STF e parlamentares para garantir a aprovação do PL 2648. “ Vamos continuar procurando os líderes e buscar o espaço para incluir o projeto na pauta nas próximas sessões, mas agora, mais do que declarações de apoio, queremos ações concretas da cúpula do Judiciário e parlamentares que assegurem a aprovação do projeto. Não aceitamos que o governo use o pretexto da crise econômica e política, para descumprir acordos celebrados com o Poder Judiciário e demais categorias de servidores federais”, assevera.
http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/fenajufe/3918-semana-comeca-tensa-e-ainda-sem-espaco-para-o-pl-2648-no-colegio-de-lideres-da-camara
Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Siga o Portal nas redes sociais

Cursos de capacitação online