Planejamento autoriza 171 nomeações


Compartilhe esta publicação:

Seguindo o cronograma de nomeações previstas para 2015, o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou nesta segunda-feira (5/10) por meio das portarias nº 415, 416 e 417, publicadas no Diário Oficial da União, a contratação de 171 novos servidores nos comandos da Aeronáutica e Exército e no Ministério da Fazenda.

Para o Comando da Aeronáutica (Comaer) foi autorizada a convocação, a partir de outubro de 2015, de 31 aprovados da terceira turma do curso de formação de Controlador de Tráfego Aéreo, do Grupo de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Dacta). As nomeações referem-se ao concurso autorizado para a Comaer pela Portaria nº 254, de 18 de junho de 2012.

O quadro de pessoal do Comando do Exército poderá chamar, a partir de outubro de 2015, 55 aprovados no cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, previsto no concurso autorizado pela Portaria nº 633, de 28 de dezembro de 2012.


Vagas adicionais

Já para o Ministério da Fazenda foram autorizadas 85 vagas adicionais, com preenchimento a partir de dezembro de 2015, destinadas a candidatos aprovados e não convocados no concurso para o cargo de Analista de Finanças e Controle, autorizado pela Portaria 552, de 20 de setembro de 2012.

As nomeações excedentes (além do número de vagas do edital) visam à substituição de empregados públicos que se encontram cedidos ao Ministério da Fazenda.
A meta de redução desse contingente implicará no consequente retorno ao órgão de origem de 82 empregados públicos, metade deles em 2016 e a parte restante em 2017.

Além das autorizações do Ministério do Planejamento, a Presidência da República autorizou hoje, com base na Exposição de Motivos Interministerial nº 79, de 3 de julho de 2015 (em conjunto com o Ministério da Saúde), a nomeação de 27 candidatos aprovados no concurso público para o cargo de Técnico Administrativo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Suspensão de concursos

No último dia 14 de setembro, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, anunciou a suspensão de concursos públicos para os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) em 2016. A medida integra o esforço do governo para reduzir gastos, recompor receitas e melhorar o resultado primário do governo federal no ano que vem. A suspensão de concursos implicará em redução de R$ 1,5 bilhão nas despesas.

http://www.planejamento.gov.br/assuntos/concursos/noticias/planejamento-autoriza-171-nomeacoes-na-aeronautica-exercito-e-fazenda

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.