Greve dos bancários entra no segundo dia


Compartilhe esta publicação:

A greve dos bancários entra hoje (7) no segundo dia. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), ontem (6), no primeiro dia de greve, bancários de 6.251 agências de bancos públicos e privados, além dos centros administrativos, paralisaram suas atividades. De acordo com o Banco Central, o país tem quase 23 mil agências.

A categoria reivindica 16% de reajuste (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), entre outras pautas, como o fim do assédio moral e das metas abusivas, informou a Contraf-CUT. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu 5,5% de reajuste salarial e nos vales, além de abono de R$ 2,5 mil, não incorporado aos salários. Entre 2004 e 2014, os bancários conquistaram, 20,7% de ganho real nos salários e 42,1% nos no piso, segundo a Contraf.

A Fenaban lembra que os bancos oferecem aos clientes opções como os caixas eletrônicos (159 mil no país), internet banking, o aplicativo do banco no celular (mobile banking), operações bancárias por telefone e também pelos correspondentes, que são casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados. Os saques noturnos são limitados a R$ 300 e o valor para saque diurno varia dependendo da instituição financeira.

Por meio dos correspondentes é possível pagar contas, sacar dinheiro e benefícios, fazer depósitos (operação limitada a R$ 1 mil ou até três transações por dia), fazer consulta a saldos e extratos, fazer a Declaração Anual de Isento de Imposto de Renda, entregar propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação e recarga de celular pré-pago.

Outra opção é o Débito Direto Autorizado (DDA), um serviço de apresentação eletrônica de boletos bancários, que permite ao cliente fazer o pagamento de boletos eletronicamente. Para usar esse serviço, o cliente precisa se cadastrar como sacado eletrônico nas instituições financeiras nas quais têm conta. O DDA também permite o pagamento de boletos vencidos, a própria ferramenta já contabiliza as multas e juros, podendo, desta forma, ser paga pelos canais eletrônicos do banco, sem precisar que o cliente saque o dinheiro para pagar o boleto vencido no banco emitente da cobrança. Podem ser pagos via DDA diversas contas, carnês de financiamento bancário, condomínios, planos de saúde, mensalidades escolares, assinaturas de publicações, entre outras.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2015-10/greve-dos-bancarios-entra-no-segundo-dia

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.