Bancários rejeitam propostas e vão à greve no dia 6


Compartilhe esta publicação:

A resposta das bancárias e bancários à vergonhosa contraproposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na última rodada de negociação veio em alto e bom tom. Por unanimidade, os trabalhadores rejeitaram, em assembleia que lotou a Praça do Cebolão (SBS) na noite desta quarta-feira (30), o irrisório índice de 5,5% e o abono de R$ 2.500 e decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir da 0h da próxima terça (6).

Nova assembleia na segunda-feira (5), às 19h, para ratificar a decisão da reunião desta quarta (30) e/ou apreciar uma possível contraproposta da Fenaban.

“É uma resposta à altura do tratamento dispensado pelos banqueiros à categoria”, resume o presidente do Sindicato, Eduardo Araújo.

As negociações tiveram início na primeira quinzena de agosto, quando a pauta foi entregue, mas de lá para cá os bancários ouviram uma cantilena de uma nota só, uma sucessão de negativas dos patrões. Nada de concreto foi apresentando em relação às reivindicações sobre garantia de emprego, mais saúde e melhores condições de trabalho e mais segurança. Pelo contrário: mais de um mês depois de iniciada a Campanha, o que os representantes dos bancos ofereceram representa uma perda de 4% não somente nos salários, mas em relação às contribuições previdências, aos vales e ao piso da categoria – sem contar que foram desenterrar dos anos 90, período do governo FHC, a famigerada política do abono.
“Retrocesso é a palavra que define a estratégia dos bancos de ressuscitar o abono, uma medida que foi e sempre será prejudicial aos trabalhadores e que vamos combater veementemente”, avisa Eduardo Araújo.


Sindicado cobra do BB e da Caixa propostas específicas. BRB oferece 0%

Os bancários também rejeitaram as propostas (ou falta delas) do BB e da Caixa, que BB e Caixa sequer sinalizaram retomar as negociações, apesar da forte pressão da representação dos trabalhadores e mesmo após a Fenaban fazer sua proposta. Por sua vez, o BRB propôs reajuste zero.

http://www.cutbrasilia.org.br/site/bancarios-de-brasilia-rejeitam-propostas-e-vao-a-greve-a-partir-do-dia-6/

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.