Trabalhadores dos Correios em Brasília aceitam proposta e encerram greve


Compartilhe esta publicação:

Em assembleia realizada em frente ao Ministério das Comunicações às 14h dessa segunda-feira (21), os trabalhadores dos Correios em Brasília deliberaram aceitar a última proposta apresentada pela diretoria da ECT e suspender o movimento paredista, iniciado no último dia 15.

Após quase dois meses de impasse nas negociações da Campanha Salarial da categoria, o Tribunal Superior do Trabalho – TST realizou reunião de mediação entre lideranças sindicais e diretoria da ECT no dia 11. Na ocasião, o vice-presidente do tribunal chegou a uma proposta que prevê reajuste salarial zero, com uma gratificação de R$ 150 mensais a partir de agosto e mais R$ 50 a partir de janeiro de 2016 até a vigência do acordo coletivo, ou seja, agosto de 2016. Segundo nota dos Correios, a proposta mediada no TST definiu a incorporação de R$ 50 (25% dos 200) em agosto de 2016. A proposta também reajusta em 9,56% os benefícios, como auxílio alimentação, e ajuda a resolver o impasse nas questões do plano de saúde dos trabalhadores, uma vez que a empresa se comprometeu a criar uma comissão mista para tratar do benefício.

Na assembleia que deflagrou a greve no dia 15, esta proposta foi rejeitada por pouca diferença de votos em Brasília. “Apesar de não ser a proposta que gostaríamos e merecemos, a proposição, nesta assembleia de segunda, acabou sendo aprovada por ampla maioria dos presentes. Os trabalhadores entenderam que existiu avanço no processo de negociação e que teremos um ganho de aproximadamente 15% nos valores que recebemos, ainda que não sejam incorporados no salário e sim nas gratificações e auxílios”, avalia a presidenta do sindicato que representa a categoria em Brasília – Sintect, Amanda Gomes Corcino.

Nacionalmente, a categoria continua dividida. Enquanto 16 sindicatos aprovaram a proposta, 15 continuam em greve. A ECT rompeu o canal de negociação e diálogo com os trabalhadores e ajuizou Dissídio Coletivo para que o TST defina a situação, atitude que foi repudiada pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos- Fentect. Na próxima sexta-feira (25), será realizada audiência de conciliação entre as partes.

http://www.cutbrasilia.org.br/site/trabalhadores-dos-correios-em-brasilia-aceitam-proposta-e-encerram-greve/

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.