Servidores dos Correios encerram greve a partir desta terça-feira


Compartilhe esta publicação:

Até o início da noite desta segunda-feira (28), pelo menos 11 dos 36 sindicatos de servidores dos Correios decidiram encerrar a greve, iniciada há cerca de 15 dias. Segundo as federações da categoria, os servidores aceitaram proposta de acordo coletivo apresentada na sexta-feira (25), em audiência no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Nove sindicatos ainda farão assembleia para definir se encerram a paralisação.

Hoje, funcionários dos Correios no Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, em Sergipe, Mato Grosso, da Bahia e de Campinas (SP) decidiram retornar ao trabalho a partir desta terça-feira (29), informou o Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos.

Os servidores da Região Metropolitana de São Paulo, de Bauru (SP) e do Tocantins também aceitaram a proposta, conforme a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores dos Correios.

Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Santa Catarina, São José do Rio Preto e Vale do Paraíba (SP), Paraná e Rio de Janeiro ainda não definiram se aceitam a proposta dos Correios. Nas demais regiões, a greve terminou.

A proposta apresentada pelo TST prevê aumento linear dos salários em R$ 150 retroativo a agosto deste ano e em R$ 50 a partir de janeiro de 2016, a título de gratificação, com aumento incorporado ao salário base (50% em janeiro de 2016; 25% em agosto de 2016 e 25% em janeiro de 2017).

http://www.ebc.com.br/noticias/2015/09/servidores-dos-correios-encerram-greve-partir-desta-terca-feira

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.