Reunião ampliada destaca avanços através da unidade do Fórum dos SPF


Compartilhe esta publicação:

Em reunião ampliada nesta quarta-feira (9), os representantes do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais destacaram os avanços conseguidos através da unidade construída na Campanha Unificada dos Servidores Federais 2015. A reunião contou com a presença de 235 servidores de diferentes categorias do funcionalismo federal, representantes de 14 entidades que compõem o Fórum.

Durante a análise de conjuntura, foram destacados vários momentos da Campanha de 2015, desde sua construção, que teve início em setembro do ano passado, às atividades mais recentes, como as marchas realizadas na Esplanada e o trancamento do Bloco C do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (Mpog) no dia 27 de agosto – ações que fizeram com que o governo mudasse de posição e agendasse reuniões com o Fórum.

Foi consenso entre as entidades que “o Fórum reconhece a redução do reajuste de quatro para dois anos como sendo uma vitória da luta e da unidade do Fórum dos SPF. Continuamos a exigir que os índices reponham a inflação sem perda para os servidores”.

Encaminharam ainda que as entidades devem enviar cartas aos parlamentares de seus estados para que cobrem do governo negociação efetiva com o Fórum dos SPF. Consensuaram também que haja um chamamento às entidades do Fórum para que participem da Marcha dos Trabalhadores e Trabalhadoras, que acontece no dia 18 em São Paulo (SP).

Os participantes expressaram também solidariedade política e econômica com os trabalhadores da base da Fenasps, com uma campanha entre as entidades que compõem o Fórum, diante do ataque brutal do governo federal, com o corte de ponto há dois meses em retaliação aos servidores em greve.


Calendário de atividades

Durante a reunião ampliada, foram apresentadas várias propostas de ações unificadas do Fórum SPF. As proposições serão encaminhadas para discussão nas entidades e seus respectivos comandos de greve. O Fórum dos SPF se reúne novamente na próxima terça-feira (15) para definir o calendário de atividades. Entre as ações apontadas estão a realização de uma nova marcha à Brasília no dia 22 de setembro – proposta apresentada pelo Comando Nacional de Greve do ANDES-SN -, a realização de novos atos nos estados e vigília no Ministério do Planejamento.

De acordo com o presidente do ANDES-SN, Paulo Rizzo, a reunião ampliada do Fórum dos SPF acontece num momento importante, em que, após o ‘trancaço’ realizado no Mpog, o governo recebeu por duas vezes o Fórum e reavaliou a sua proposta. No entanto, Rizzo ressalta que, o que o Planejamento anunciou até agora (a redução de quatro para dois anos no parcelamento do reajuste, mas com a manutenção dos mesmos índices de 5,5% e 5%, para 2016 e 2017), foi apresentado apenas para duas entidades e não para o Fórum.

“Essa reunião do Fórum considerou que foi uma conquista essa redução, porém os índices continuam abaixo da inflação. Após a reunião ampliada, nós vamos ao Mpog com todos os comandos de greve e as entidades presentes, para exigir uma nova reunião, onde o Fórum vai expor a sua posição de que é necessário que os índices que reponham minimamente a inflação”, explicou.

“É um momento importante porque há uma pequena sinalização do governo e diante disso temos que ampliar a pressão para que possamos ter conquistas efetivas nesse processo de negociação”, ressaltou Rizzo.


Ato no Mpog

Depois da reunião ampliada, os participantes se dirigiram Ministério do Planejamento, no Bloco C da Esplanada dos Ministérios, para cobrar uma nova reunião do Fórum dos SPF com o Secretário de Relações do Trabalho do Mpog, Sérgio Mendonça. Na última reunião com a SRT/Mpog, Mendonça havia se comprometido em reavaliar, junto ao governo, a proposta de reajuste parcelado em quatro anos, que foi rejeita diversas vezes por todas as entidades que compõem o Fórum dos SPF.

Após algum tempo, durante o qual os manifestantes cantaram palavras de ordem exigindo negociação efetiva com as categorias presentes, uma funcionária do Mpog se reuniu com representantes do Fórum dos SPF. Ela informou que Mendonça não estava na capital federal, mas que tentaria agendar uma reunião entre ele e o Fórum ainda para essa semana. Finalizada a manifestação, os servidores foram prestar apoio aos trabalhadores da previdência social em greve que ocupam a superintendência regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Brasília (DF).

http://grevenasfederais.andes.org.br/2015/09/09/reuniao-ampliada-destaca-avancos-atraves-da-unidade-do-forum-dos-spf/

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.