Mobilizados, servidores do Judiciário federal e MPU realizam apagão nesta terça e quarta


Compartilhe esta publicação:

Em greve há mais de 90 dias – na Região Sul já são quase quatro meses de paralisação – servidores do Judiciário federal preparam novo protesto nesta terça e quarta-feira, 1 e 2 de setembro. Em todos os estados e o Distrito Federal serão 48 horas de paralisação das atividades.

Os apagões são parte da estratégia de mobilização dos servidores, na luta pela recomposição dos salários, congelados há quase dez anos e que já acumulam significativa perda do poder de sustentação das famílias.

Na quarta-feira, 2, mais uma vez os servidores voltarão à Esplanada dos Ministérios para protestar pela derrubada do veto ao PLC 28 (Veto 26), que trata do reajuste da categoria. O veto foi incluído na pauta da sessão conjunta do Congresso Nacional, convocada para as 11 horas.

Nas edições anteriores do Ato Nacional, em 18 e 25 de agosto, a categoria compareceu em massa, sendo registrado pela organização, presença de mais de dez mil manifestantes na Esplanada, pressionando o Congresso Naciona.

Tanto nos estados quanto no Distrito Federal os servidores permanecem mobilizados na luta pela derrubada do veto e pelo resgate da dignidade da categoria. Em Brasília, como parte das ações desenvolvidas, os manifestantes atuam desde as primeiras horas desta segunda-feira, 31, no Aeroporto Internacional de Brasília, onde recepcionam os parlamentares que retornam ao Parlamento.


MPU

Na semana passada a greve do Judiciário ganhou reforço dos servidores do Ministério Público da União (MPU). Apesar dos protestos e contrariando solicitação da Fenajufe, o senador Valdir Raupp (PMDB/RO) apresentou substitutivo ao PLC 41/2015, do MPU, na sessão do Senado da terça-feira, 25. Ante o rolo compressor do governo, a proposta foi aprovada com 45 votos favoráveis, 28 contrários e três abstenções. O texto é o mesmo apresentado aos servidores na quinta-feira, 20, e que foi rejeitado pela categoria.

Fruto de acordo entre o Ministério Público da União e o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), sem discussão com os servidores, o projeto volta à Câmara para ser apreciado.

O texto do substitutivo pode ser acessado aqui.


Atividades

Para esta semana, o calendário de atividades da greve ficou assim distribuído:

1º e 2/9 - Apagão geral do PJU e MPU nos Estados, com caravanas a Brasília.

1º/9 – 18 h - Reunião do CNG, preparatória do ato.

2/9 – Ato Nacional dos servidores do Judiciário e MPU. Concentração às 10h no Gramado em frente ao Congresso Nacional (Alameda dos Estados).

2/9 – 18 h - Reunião do Comando Nacional de Greve, podendo ser adiada para quinta-feira, 3, dependendo dos desdobramentos das atividades do dia.

http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/ultimas-noticias/fenajufe/3508-mobilizados-servidores-do-judiciario-federal-e-mpu-realizam-apagao-nesta-terca-e-quarta

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.