Greve do INSS chega ao terceiro mês


Compartilhe esta publicação:

A greve de servidores do INSS entra hoje no terceiro mês e atinge diretamente quem precisa dar entrada em benefícios e aposentadorias. Os médicos peritos também aderiram à paralisação.

Wanderley Fagundes é encarregado de obras em São Paulo e passou por duas cirurgias para tirar um coágulo da cabeça. Está afastado desde abril e, para continuar recebendo o benefício, deveria ter passado por uma perícia no dia quatro. Ele marcou hora pelo telefone 135 e foi até a agência, mas encontrou tudo fechado.

O benefício desse mês chegou, mas Wanderlei está com medo. “Remarcaram para o dia 26 de outubro nova perícia. Fica na dúvida, porque a gente tem visto greve de funcionários públicos durarem até seis meses”.

O caso da manicure Leide Mendes, do Rio de Janeiro, é diferente. Ela não consegue trabalhar, porque tem um problema na mão e precisa ser operada. Só que para fazer cirurgia tem que passar pela perícia. “Estou há dois meses sem pagamento. Como é que ficam minhas contas? Sem fazer a perícia, eu não posso receber”.

Os servidores do INSS de todo o Brasil estão em greve desde o dia 7 de julho. Eles querem 27,5% de reajuste salarial, jornada de 30 horas e incorporação das gratificações para a aposentadoria. O governo ofereceu 10,8% em duas vezes. A proposta foi rejeitada.

“Nós estamos há seis anos conversando com governo sobre as nossas questões, sobre a incorporação, sobre a falta de servidor. Infelizmente tivemos que fazer a greve para poder alcançar os nossos objetivos”, garante José Bonifácio do Monte, coordenador geral do Sindsprev-PE.

O Superior Tribunal de Justiça determinou que durante a greve as agências do INSS funcionem com pelo menos 60% dos funcionários, mas muitas estão com as portas fechadas.

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2015/09/greve-do-inss-chega-ao-terceiro-mes.html

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.