Câmara analisa ascensão de servidores de nível médio, que custará R$ 247 mi


Compartilhe esta publicação:

Uma mudança nas exigências para técnicos legislativos da Câmara deve custar caro ao contribuinte. O assunto só não foi para frente porque os deputados da Mesa receberam estudos de servidores da própria Casa apontando gastos futuros de R$ 247 milhões, sendo R$ 134 milhões só com funcionários da ativa. Como revelou em primeira mão a coluna Brasília-DF, do Correio, na última terça-feira, a Mesa discute uma medida que obrigaria os futuros concurseiros ao cargo de técnico a terem diploma de curso superior — e não apenas nível médio.

A mudança não é apenas cosmética no crachá dos futuros servidores. A Presidência da República já vetou medida semelhante em 2009, afirmando que isso significa transformar cargos de nível médio em uma ascensão funcional. Em 2011, a Procuradoria-Geral da República (PGR) foi ao Supremo Tribunal Federal questionar a mesma tentativa feita na Receita Federal.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse semana passada que a medida não será aprovada se tiver impactos financeiros. “Eu não sei se tem impacto”, iniciou ele. “Se, efetivamente, não tiver impacto e for uma alteração meramente administrativa para ingresso no futuro, a gente o fará. Se tiver algum tipo de impacto, é óbvio que não faremos.”


Quanto vai custar

Medida proposta pela Câmara já foi considerada transformação de cargos pela Presidência da República e pelo Ministério Público.


Salário básico inicial

Técnicos: R$ 13.578
Analistas: R$ 20.384


Salário básico final*

Técnicos: R$ 20.185
Analistas: R$ 26.005


Aumento da despesa com técnicos

Com 1.391 funcionários ativos: R$ 134 milhões
Com 1.449 aposentados: R$ 113 milhões
Impacto total: R$ 247 milhões por ano

* Outras verbas costumam aumentar o salário.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2015/09/20/internas_polbraeco,499344/camara-analisa-ascensao-de-servidores-de-nivel-medio-que-custara-r-247-mi.shtml

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.