Servidores do Judiciário chegam ao DF para ato por reposição salarial


Compartilhe esta publicação:

Servidores do Poder Judiciário de todo o país começaram a chegar nesta segunda-feira (24) a Brasília para protesto por reposição salarial, previsto para esta terça-feira (25) em frente ao Congresso Nacional. O grupo pede a derrubada do veto presidencial à proposta de aumento de até 78% nos salários da categoria.

O projeto com o reajuste foi aprovado pelo Senado em junho, prevendo aumento escalonado de 53% a 78,56%, de acordo com a função exercida. Segundo o Ministério do Planejamento, o aumento custaria R$ 25,7 bilhões nos próximos quatro anos.

O coordenador-geral do sindicato da categoria, José Rodrigues Costa, diz que os participantes estão se alojando em lugares como casas de servidores do Judiciário de Brasília e que tem confiança que o Congresso derrube o veto da presidente Dilma Rousseff.

"Eles estão se hospedado em casa de funcionários aqui do DF e outros estão em hotéis, mas a grande parte está em casa de colegas. Nossa expectativa é de amanhã [terça] a gente ter a média de 12 a 15 mil servidores no gramado do Congresso. O cenário é positivo e a probabilidade é que a gente derruba este veto” disse Costa.

Na manhã desta segunda-feira os servidores foram até o Aeroporto Juscelino Kubitschek pressionar os parlamentares que chegavam a Brasília para a derrubada do veto. A organização do evento informou que a mesma ação vai ocorrer nesta terça no terminal.

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2015/08/servidores-do-judiciario-chegam-ao-df-para-manifestacao.html

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.