Reforma adia anúncio de nova proposta para funcionalismo federal


Compartilhe esta publicação:

O anúncio da reforma ministerial pela equipe do Planejamento adiou a apresentação da contraproposta aos 21,3% de aumento para os servidores do Executivo Federal. A promessa era de que houvesse uma divulgação oficial sobre o que foi repensado pelo governo no que já foi rejeitado pelas categorias. Entre as alternativas em análise, a manutenção dos 21,3%, mas a redução de quatro para três anos do prazo de pagamento. Também não estão mais programadas reuniões setoriais da Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento com representantes do funcionalismo federal para esta semana.

De acordo com a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), a SRT voltou a alegar dificuldades de agenda para promover os diálogos internos necessários para consolidar e apresentar uma nova proposta aos servidores. O prazo final para enviar os reajustes é o próximo dia 31.

Os aumentos têm que estar previstos no Anexo V do Orçamento de 2016. O trecho define as autorizações específicas relativas a despesas de pessoal e encargos sociais para o próximo ano.Os acordos com as categorias têm que ser assinados até sexta-feira para que todos os recursos sejam incluídos no texto que será enviado ao Congresso.

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/2015/08/24/reforma-adia-anuncio-de-nova-proposta-para-funcionalismo-federal/

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.