>>
Notícias Artigos Apostilas para concursos Cursos de capacitação Advogado online Forum Contato

17 julho 2015

Um grupo de servidores do Judiciário protestou há pouco em frente ao Palácio do Planalto. Eles pedem a presidenta Dilma Rousseff que sancione o projeto de lei que trata da reposição salarial da classe.

Aprovado no Congresso Nacional no fim de junho, a proposta estabelece reajuste escalonado de 59,49% para os funcionários do Poder Judiciário. Pelo texto aprovado, o reajuste vai variar de 53% a 78,56%, a depender da classe e do padrão do servidor. O prazo para a presidenta sancionar ou vetar a medida termina na próxima terça-feira (21).

Por volta das 16h, os manifestantes se posicionaram na Praça dos Três Poderes, em Brasília, fazendo muito barulho. Além de soltarem fogos de artifício, os servidores tocaram vuvuzelas e exibiram faixas, como a que dizia: "Dilma guerreira, 56% é justo para nossa carreira".

De acordo com José Alves, coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Distrito Federal (Sindijus), os servidores estão em greve desde o dia 9 de junho, e a mobilização para que os parlamentares derrubem um possível veto já começou. "Caso haja o veto, já estamos com um grupo de servidores dentro do Congresso Nacional coletando assinaturas. Até o momento temos 302 assinaturas de deputados e 45 de senadores solicitando a sanção ao governo", disse.

Na entrada do Palácio do Planalto, a segurança foi reforçada com policiais militares, homens do Exército e a cavalaria da Polícia Militar (PM). Segundo a PM, cerca de 650 pessoas participam do ato. As duas vias da Esplanada dos Ministérios próximas ao Planalto e aos prédios do Congresso continuam bloqueadas. Até a publicação desta matéria, o grupo continuava se manifestando, mas desta vez próximo ao Senado Federal.

Em declarações recentes, após a aprovação do projeto pelo Congresso Nacional, Dilma classificou de "lamentável" o resultado e disse ser "insustentável" "níveis de aumento tão elevados". Ontem (15), durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, declarou que o encontro entre ele, Dilma e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, ocorrido na semana passada em Portugal, teve como objetivo discutir o reajuste do Judiciário.
http://www.ebc.com.br/noticias/2015/07/servidores-pedem-dilma-que-sancione-reajuste-do-judiciario
Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.

Acompanhe também o Portal do Servidor Federal pelo Facebook e pelo Twitter.

Siga o Portal nas redes sociais

Cursos de capacitação online