Servidores do INSS rejeitam reajuste e podem entrar em greve


Compartilhe esta publicação:

Apenas as pessoas que têm atendimento agendado nas agências do Instituto Nacional de Seguridade Social serão atendidas nesta terça e quarta-feira nos postos do INSS em Alagoas, Bahia, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, São Paulo, Sergipe e no Distrito Federal.

A decisão é dos servidores federais da Saúde, Previdência Social e Trabalho ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, filiada à CUT. Nos próximos dias, eles vão fazer uma Operação Padrão e ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 10.

A mobilização é motivada pela falta de acordo com o governo federal para um aumento linear de 27,3%. Os trabalhadores rejeitam o reajuste proposto pelo governo de 21,3% escalonados nos próximos quatro anos, com base em inflação projetada.

O diretor do Sindprev do DF, Edair Rosa, admitiu que a proposta do governo já se aproxima das reivindicações dos trabalhadores e a greve poderá ser evitada.

A reportagem fez contato com a assessoria de imprensa do INSS. Mas até o fechamento da matéria não obteve retorno do pedido de entrevista ou nota sobre a paralisação.

http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2015-07/servidores-do-inss-rejeitam-reajuste-e-podem-entrar-em-greve

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.