Dilma considera lamentável aprovação de reajuste de servidores do Judiciário


Compartilhe esta publicação:

A presidenta Dilma Rousseff classificou como “lamentável” a aprovação nessa terça-feira (30), no Senado Federal, do reajuste de 59,49% para servidores do Poder Judiciário. Ela evitou adiantar o veto ou não da proposta, mas afirmou que “é insustentável um país como o nosso, em qualquer circunstância, dar níveis de aumento tão elevados”.

Segundo ela, o resultado da votação no Congresso faz parte da democracia. “Nela, um dia você ganha e no outro você perde”. Dilma Rousseff lembrou que, no mesmo dia em que o reajuste foi aprovado, a redução da maioridade penal para crimes graves foi rejeitada pela Câmara dos Deputados. "Era uma lei considerada cara para o governo."

A presidenta concedeu entrevista a jornalistas na cidade de São Francisco, na Califórnia, Estados Unidos, após visitar a sede do Google e passear em um carro sem motorista. Hoje (1º) à tarde, no Brasil, o presidente da República em exercício, Michel Temer, disse acreditar na possibilidade de um acordo que solucione a questão antes da hipótese de sanção ou veto da matéria.

Dilma informou que não discute vetos antes da hora por “respeitar o procedimento legislativo”. “Ainda temos oportunidades de avaliar como é que será essa questão do aumento. De fato, compromete o ajuste fiscal”, afirmou.

Após a visita ao Google, a presidenta foi homenageada em almoço na Universidade de Standford, onde encontrou-se com a ex-secretária de Estado Condoleezza Rice, que leciona na universidade.

Ainda nesta quarta-feira, último dia da viagem aos Estados Unidos, Dilma teve encontros com o presidente do instituto de pesquisa SRI International, Bill Jeffrey, e com empresários do setor aeroespacial, e visitou o Centro de Pesquisas da NASA, a agência espacial norte-americana.

http://www.ebc.com.br/noticias/politica/2015/07/dilma-considera-lamentavel-aprovacao-de-reajuste-de-servidores-do

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.