Barbosa diz que tendência do governo é vetar reajuste do Judiciário


Compartilhe esta publicação:

Ao final da primeira reunião da coordenação política do governo depois do fim do semestre Legislativo, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou nesta segunda-feira, 20, que a tendência é que o governo vete a proposta, aprovada pelo Congresso, que prevê reajuste de até 78% para servidores do Poder Judiciário entre 2015 e 2017. O prazo final para a sanção ou veto da presidente se encerra nesta terça-feira, 21.

"Em várias oportunidades, nós já nos manifestamos sobre isso. É um reajuste que não é compatível com a situação econômica do Brasil e a tendência do governo é de vetar, mas é uma decisão que a presidente vai tomar", disse.

Contudo, Barbosa disse que, independentemente da decisão, o governo vai continuar a negociar sobre os possíveis cenários de reajuste para o Poder Judiciário.


Superávit

Sobre a eventual revisão da meta de superávit primário de 2015, Barbosa disse que o governo ainda tomou uma decisão a respeito. Ele disse que o Executivo está fazendo uma reavaliação do cenário de receita e despesas e terá um quadro melhor na quarta-feira, 22, com a divulgação do relatório de programação orçamentária.

"Não é hora antecipar essa discussão", afirmou o ministro, ao admitir que houve frustração de receitas e que isso vai requerer novas medidas por parte do Executivo. Segundo ele, o mercado já trabalha com uma meta fiscal menor para este ano e o governo está analisando as alternativas de receita de que dispõe.

Para Barbosa, qualquer que seja a decisão, o governo vai elevar o crescimento do resultado primário em relação a 2014 para tentar reequilibrar a relação dívida/PIB. "Não há uma decisão, esse processo é complexo, envolve vários ministérios, do lado da Receita, é isso que a equipe econômica está avaliando", reforçou.

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2015/07/20/barbosa-diz-que-tendencia-do-governo-e-vetar-reajuste-do-judiciario.htm

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.