Servidores do Ministério Público Federal em greve


Compartilhe esta publicação:

Servidores do Ministério Público Federal (MPF) estão em greve por tempo indeterminado. O ato dos trabalhadores, que alegam estar há nove anos sem reajuste, começou na segunda-feira. Eles argumentam que, neste período, os procuradores tiveram sucessivos aumentos salariais e de privilégios. O objetivo da greve é pressionar a Procuradoria Geral da República a “valorizar a carreira daqueles que são verdadeiramente responsáveis pela sustentação do MPU”.


Somente urgências

Estão mantidos somente os serviços essenciais, como o protocolo judicial e o atendimento presencial para os casos urgentes.


Evasão

Os grevistas argumentam que, com a falta de reajuste, a carreira tem sido cada vez menos atrativa e os índices de evasão são altos.


Choque para blindar o Buriti

A tropa de choque da Polícia Militar guardou o Palácio do Buriti, na manhã de ontem. O motivo? Uma manifestação dos trabalhadores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), do outro lado da rua, contra a redução salarial. O governo teria atendido uma decisão do Tribunal de Justiça do DF que altera a carreira dos servidores e isso resultou no corte de alguns vencimentos.

http://www.jornaldebrasilia.com.br/coluna/noticias/10/ponto-do-servidor/2/

Esta publicação tem caráter meramente informativo. Todos os artigos e notícias são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados acima no link, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Tire suas dúvidas jurídicas com um advogado online.

Discuta este e outros assuntos de seu interesse no Fórum do Servidor Federal. Clique aqui para participar!

Clique aqui, baixe gratuitamente o aplicativo do Portal do Servidor Federal, e receba um resumo de todas as notícias no seu smartphone.